Arquivos

Ao longo do ano, em vários locais da capital, a Alliance Française de Luanda realiza concertos, palestras, teatro… para propiciar o intercâmbio e a descoberta.

EXPOSIÇÃO WAKPON

O Museu trespassa as paredes

A Alliance Française de Luanda e o Banco Económico apresentam WAKPON, uma exposição inovadora de arte contemporânea 100% produzida em África e baseada na tecnologia da realidade aumentada.

O conceito é inédito em Angola: os visitantes descobrirão através dos seus dispositivos móveis (smartphones, tablets) as obras de 10 artistas africanos escondidas em “Imagens Mágicas” que são representações de panos africanos. Trata-se duma parte da colecção do Museu de Ouidah / Fundação Zinsou, do Benim.

A exposição decorrerá a partir do dia 2 de Junho até o dia 15 de Junho na Galeria do edifício Sede do Banco Economico (Rua do 1º Congresso do MPLA/Ingombota). É organizada em homenagem ao Dia de África e tem o apoio de Air France, da Embaixada de França em Angola, Total E&P Angola e Dimassaba.

A Fundação Zinsou e o projecto Wakpon

Primeira fundação privada no Benim voltada para a cultura e a arte contemporânea, a Fundação Zinsou foi criada em Junho de 2005 por iniciativa da família Zinsou. Visa ser a pedra de toque para a difusão popular e o reconhecimento universal de artistas africanos contemporâneos, tendo como princípio base: ser completamente grátis no que respeita todas as suas actividades.

Em novembro de 2013, a Fundação Zinsou abriu um museu em Ouidah, no Benim; o primeiro a encarnar a África Ocidental contemporânea. Oferecendo assim um ponto de encontro entre a arte e todos os públicos, dá uma nova visibilidade ao continente como verdadeiro actor do mundo da arte.
Hoje, com a criação do aplicativo digital WAKPON - O Museu traspassa suas paredes, a Fundação Zinsou - tendo esses mesmos objectivos e querendo levá-los ainda mais longe - reiterou a riqueza do continente Africano em termos de criatividade mas também de inovação tecnológica.

Em qualquer parte do mundo, o aplicativo WAKPON leva os usuários à descoberta de dez artistas contemporâneos que fazem parte da colecção do Museu de Ouidah, através de uma experiência inédita.
Concebido sob a direcção técnica de Pierrick Chabi, este usa as possibilidades oferecidas pela tecnologia chamada de "realidade aumentada".

Pierrick Chabi é um jovem empreendedor franco-beninense apaixonado pelo seguinte desafio: o acesso à educação e à cultura; como fazer com que as aprendizagens sejam menos peníveis e mais divertidas?
Engenheiro de software especializado em sistemas de visão computacional, fundou a startup Wakatoon, que comercializa uma tecnologia quase mágica, e com elevado potencial educativo: pinte um desenho no papel, capte-o em fotografia com um smartphone, e pronto, ele ganha vida no ecrã!

Festival de músicas do continente africano

Em homenagem ao Dia da África, a Alliance Française de Luanda organiza dois concertos excepcionais com a participação de artistas de Angola, Burkina Faso, Mali, Marrocos e França.

Os concertos acontecerão na sexta-feira, 25 de Maio, às 19h, no Memorial Dr. António Agostinho Neto e no sábado, 26 de Maio, às 20h, na Casa das Artes em Talatona. Os grupos participantes serão Debademba Trio (Burkina/França/ Mali), Majid Bekkas Trio (Maroccos) e o dueto angolano formado por Toty Sa’Med e Nayela Simões.

Estes concertos, entre tradição e modernidade, com repertórios de World Music, Gnaoua, Jazz, Blues e Fusion, serão a oportunidade de mostrar um pouco da diversidade e do dinamismo da cena musical africana.

O Festival tem o apoio de Air France, Saham, Embaixada de França, Embaixada de Maroccos, Total E&P Angola, Dimassaba e da RNA.

DEBADEMBA

Fruto da colaboração entre o guitarrista virtuose Abdoulaye Traoré e o cantor maliano Mohamed Diaby, Debademba (que significa “a grande família” em língua bambara) apresenta um repertório electrizante e dançante que mistura diversos estilos musicais europeus e africanos: o Jazz o Blues o Funk, a Salsa e o Rock cruzam-se com os ritmos da África do Oeste. Simplesmente imperdível!
VIDEO:
https://www.youtube.com/watch?v=n5zIrEnK6YQ

MAJID BEKKAS TRIO
Fundador do African Gnaoua Blues, Majid Bekkas é maior expoente da fusão de música espiritual de transe Gnaouie, do Jazz e do Blues. Sua abertura, seu carisma, sua voz sensual de cantor Gnaoui e sua virtuosidade no domínio do “Guembri” (instrumento de cordas típico do Marrocos) o tornam o maior representante do seu género musical. A cultura Gnaouie é oriunda da mistura entre o património musical ancestral, árabe-berbere e africano com tendências místicas sufi ou sagrada. Majid Bekkas já se apresentou em prestigiosos eventos como o Jazz in Marciac ou então o Montreux Jazz Festival. Em Luanda, será acompanhado de Simo el Babarti (saxo soprano) e de Amine El Bliha (percussões).
VIDEO: https://www.youtube.com/watch?v=5G1rj4soYps
TOTY SA’MED ET NAYELA SIMÕES

Cantor, compositor e multi-instrumentista, Toty Sa’Med é um dos artistas de culto da Nova Música Angolana
As suas influências vão do Rock Psicadélico ao Jazz, mas iniciou-se na infância, na música africana. Cedo começou a produzir instrumentais de Rap, Kuduro e Kizomba, mas a paixão arrebatadora pelos Sembas da geração N’Gola Ritmos e pela Música Popular Brasileira levaram-no a abandonar as experimentações musicais e a dedicar-se exclusivamente à guitarra.

Nayela participou, em 2015 no Primeiro The Voice África (The Voice Angola), gravado na África do Sul. Tem feito vários espectáculos em Angola e na África do Sul, surpreendendo com a suavidade da sua voz e habilidade com a guitarra. Participou no Festival da Canção da LAC, merecendo o aplauso da crítica.
VIDEO: https://www.youtube.com/watch?v=KBZ_R9uziew

Yugson

Por ocasião do Dia Internacional da Dança, a Alliance Française de Luanda, em parceria com a Casa das Artes e a Fábrica de Sabão, organiza o show de danças urbanas do bailarino francês Yugson. Especializado em hip-hop, battle e freestyle, Yugson, apresentará o seu novo espectáculo de danças urbanas que criará com outros bailarinos angolanos.
Para além da sua carreira de bailarino, Yugson, é um verdadeiro pedagogo da dança.
Criador da Hawks Method, ele viaja pelo mundo inteiro para dar aos bailarinos de danças urbanas as ferramentas para serem capazes de conhecer as suas forças e debilidades, para evoluir na sua própria arte.
Convidou então 7 bailarinos angolanos com diferentes especialidades (popping, bboying, kuduro e afro house) a juntarem-se a ele, para apresentarem um show de danças urbanas, onde mistura as suas técnicas, as suas fontes de inspiração com a energia e as especialidades dos bailarinos angolanos. Esta criação será fruto de 10 dias de trabalho em residência com os 7 bailarinos na Casa das Artes.

O primeiro show terá lugar no sábado 28 de Abril às 19h30 na Casa das Artes (Talatona).
O ingresso será de 4.000 Akz (público geral) e de 2.500 Akz (estudantes da Alliance Française de Luanda e das Escolas de dança).
O segundo show terá lugar no domingo 29 de Abril às 17h00 na Fábrica de Sabão (Cazenga).
3 grupos de Bboys e de Afro House apresentar-se-ão na primeira parte (das 16h00 às 17h00).
O ingresso será de 300 Akz.

Este evento conta com o apoio da Embaixada de França em Angola, da Total E&P Angola, da Air France, e da Dimassaba.

YUGSON

Bailarino e coreógrafo, Yugson é também professor de danças urbanas.
Com o seu projecto “Hawks Method”, Yugson atravessa o mundo inteiro para realizar workshops de dança e para inspirar-se em torno dos ritmos e da energia que descobre em cada país.
Yugson ganhou várias competições de dança na área do hip-hop em diferentes partes do mundo.
Em 2001, venceu o prestigioso prêmio da “Battle of the Year“ na Alemanha. Conta também com 6 victórias do concurso francês “Juste Debout” entre 2003 e 2014.

VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=JBrK_UREY00&t=721s
WEBSITE: https://www.facebook.com/DJYUGSONHAWKS/

Concertos de Toty Sa'Med & Nayela

A Alliance Française de Luanda, de Lubango e de Cabinda apresentam o Concerto da Francofonia, com a participação do dueto composto pelo Toty Sa’Med e Nayela.
Eles apresentarão as suas próprias composições, mas sobretudo canções francesas tal como “La Javanaise” de Serge Gainsbourg ou “La Bohême” de Charles Aznavour.
Através destes eventos, as Alliances Françaises de Angola juntam-se para celebrar a música francesa com um toque angolano.

TOTY SA'MED
Cantor, compositor e multi-instrumentista, Toty Sa’Med é um dos artistas de culto da Nova Música Angolana
As suas influências vão do Rock Psicadélico ao Jazz, mas iniciou-se na infância, na música africana. Cedo começou a produzir instrumentais de Rap, Kuduro e kizomba, mas a paixão arrebatadora pelo Semba da geração N’Gola Ritmos e pela Música Popular Brasileira levaram-no a abandonar as experimentações musicais e a dedicar-se exclusivamente à guitarra.

NAYELA
Nayela participou, em 2015 no Primeiro The Voice África (The Voice Angola), gravado na África do Sul. Tem feito vários espectáculos em Angola e na África do Sul, surpreendendo com a suavidade da sua voz e habilidade com a guitarra. Participou no Festival da Canção da LAC, merecendo o aplauso da crítica.

O primeiro concerto terá lugar na sexta-feira 30 de Março às 20h00 na Alliance Française de Lubango.
O segundo concerto terá lugar na segunda-feira 02 de Abril às 20h00 na Alliance Française de Cabinda.

Pages